Manaus, 24 de Abril de 2017
Siga o JCAM:

A renovação das bibliotecas

Por: Evaldo Ferreira eferreira@jcam.com.br
12 Abr 2017, 19h33

Se engana quem pensa que a internet e as novas tecnologias para informação tiraram público das bibliotecas. Ao contrário. Vieram somar esforços com essa instituição milenar tão importante para uma sociedade.

Para dar ainda mais força às atividades das bibliotecas, o programa Conecta Biblioteca, da ong Recorde, irá selecionar 92 delas em municípios com até 250 mil habitantes e Distrito Federal, que tenham no mínimo três computadores disponíveis para o público com conexão à internet banda larga. Haverá preferência para cidades de baixo IDH-M (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal). As inscrições seguem até 20 de abril.

"Para a ong Recorde, a biblioteca é um espaço de transformação social e desempenha um papel fundamental como centro de acesso à informação e educação, especialmente entre milhares de jovens em todo o Brasil. Assim, a biblioteca conecta a comunidade a oportunidades de estudo e trabalho, potencializando o seu papel no desenvolvimento e manutenção de uma sociedade democrática", falou ao Jornal do Commercio, Rita Jobim, gerente da Recorde. Rita confirmou a importância que as bibliotecas continuam tendo até hoje. "Em muitas comunidades, a biblioteca pública é o único lugar onde qualquer pessoa, independentemente de seu nível de estudo ou conhecimento, pode ter acesso gratuito a informação. A internet é uma grande aliada nesse processo. As bibliotecas públicas têm um grande potencial para levar programas de capacitação e acesso às tecnologias, tornando possível o empoderamento digital de muitas comunidades", afirmou.

Espaço alternativo
E os livros digitais, como os impressos, podem atuar juntos. "A chegada dos livros digitais abre um novo potencial de popularização da leitura no Brasil. Não vejo com uma competição a leitura de e-books e dos livros impressos. Elas são complementares", garantiu. Para Rita, as bibliotecas não podem se resumir a simples espaços para consulta de livros. "O debate entre professores, por exemplo, pode ser uma atividade realizada dentro da biblioteca.

Essa mudança de comportamento é um grande desafio de educadores e do Conecta Biblioteca", adiantou. A pesquisa "Retratos da Leitura no Brasil", realizada pelo Instituto Pró-Livro, em 2016, mostrou que 66% dos brasileiros não frequentam bibliotecas e apenas 5% dos entrevistados reconheceu a biblioteca como um local de acesso a informação e educação. Dados do SNPB (Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas), mostram que o país tem 6.102 bibliotecas públicas municipais, distritais, estaduais e federais, nos 26 Estados e no Distrito Federal, sendo 1.958 no Sudeste; 1.847 no Nordeste; 1.293 no Sul; 503 no Norte e 501 no Centro-Oeste. "As bibliotecas representam um recurso vital para a transformação de comunidades em todo o Brasil enquanto espaços de acesso a informação, cidadania, educação e tecnologia. Nosso grande desafio comum é aumentar o número de usuários desses espaços, especialmente entre os jovens. Para isso, a parceria com os profissionais das bibliotecas é fundamental",concluiu.

Atuações no Amazonas
Em Manaus, a principal biblioteca é a Biblioteca Pública do Estado, localizada no centro da cidade. "Fazemos parte do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas", falou o bibliotecário David Carvalho, "e temos nove delas na cidade: uma no Centro Cultural Thiago de Mello, na zona Leste; outra no Centro Cultural Povos da Amazônia; três no centro, esta aqui, uma na rua da Instalação e uma terceira na rua Dr. Almino; e duas no sambódromo", listou. "E ainda temos três salas de leitura nos Centros de Convivência de Aparecida, da Cidade Nova e de Santo Antônio", completou.

"Não vejo uma redução de público nas bibliotecas, ao contrário, as pessoas continuam vindo como sempre vieram. Também concordo que a biblioteca não deva ser apenas um espaço aonde se disponibilizam livros, por isso realizamos ações culturais, como as trocas mensais de livros, que devem recomeçar no final deste mês; facultamos o acesso aos computadores com internet; e ao acervo de jornais antigos, sem falar que as pesquisas aos livros se mantém, principalmente àqueles sobre a Amazônia", esclareceu. "A tecnologia só veio ajudar", concluiu. No Conecta Biblioteca a Biblioteca Pública vai dar suporte e apoio às bibliotecas menores, principalmente as do interior. "Infelizmente a maioria dos nossos municípios sequer tem uma biblioteca, por outro lado outros como Tefé, Humaitá e Parintins são bem atuantes", disse.

Sobre o Conecta Biblioteca
O Conecta Biblioteca tem o patrocínio da Fundação Bill & Melinda Gates, que lidera em todo o mundo a iniciativa Global Libraries, voltada ao fomento da inovação nas bibliotecas para a melhoria na qualidade de vida das comunidades. No Brasil, o programa realizado pela ONG Recode contou com uma fase inicial em 2015/2016, atendendo a 48 bibliotecas em todo o país. Esta nova etapa foi construída de forma colaborativa com os coordenadores estaduais do SNBP para ampliar o número de instituições beneficiadas e consolidar articulações com governos locais para a sustentabilidade da iniciativa.

A ONG Recode é uma organização social voltada ao empoderamento digital, que busca formar jovens autônomos, conscientes e conectados, aptos a reprogramar o sistema em que estão inseridos, por meio do uso da tecnologia. A organização atua em parceria com instituições comunitárias, bibliotecas e escolas públicas para formar multiplicadores em sua metodologia própria, que replicam seus programas para o público final. Essa grande rede promove uma nova consciência para gerar oportunidades aos jovens brasileiros. A ONG está presente em sete países e nove Estados brasileiros e impactou até hoje mais de 1,68 milhão de vidas.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário