Manaus, 24 de Abril de 2017
Siga o JCAM:

Uber já roda em Manaus

Por: Artur Mamede amamede@jcam.com.br
12 Abr 2017, 20h04

Em funcionamento desde as 14h da última quarta-feira (12), a plataforma Uber, em suas primeiras horas de serviço em Manaus foi comemorada nas redes sociais. Mas apesar de todo o alarde, o uso efetivo do aplicativo ainda era restrito. Entre motoristas, muitos destes já vinculados a outros aplicativos, como o concorrente Yet Go, migrar para a Uber é um caso a se pensar. Já para o usuário, apesar das tentações de um serviço mais barato, as dúvidas eram frequentes, principalmente quanto a forma de pagamento. Com a chegada a Manaus, a capital amazonense passa a fazer parte das 50 cidades atendidas pela plataforma, que no Brasil alcança 50 mil motoristas parceiros e 13 milhões de passageiros também ativos.

Sobre as dúvidas quanto ao serviço, o diretor-geral da Uber na região Norte, Henrique Weaver, explica o funcionamento do aplicativo. "O passageiro baixa a plataforma em qualquer smartphone para conectar-se ao motorista que tem uma versão diferente do cliente. Essa conexão tem como vantagem a qualidade do serviço, pois conta com uma avaliação mútua. Isso garante altos níveis de qualidade. Além de oferecemos diversas camadas de segurança, que abrangem o período anterior, a viagem em si e o desembarque do cliente em seu destino final", garante.

Receio dos motoristas

O alarde com a chegada do novo serviço, parece não ter conquistado todos os motoristas. Uma motorista do Yet Go (que preferiu não se identificar para evitar represálias) afirma ser impossível viver apenas com a Uber. "As corridas mais baratas valem a pena para o passageiro, para o motorista, trabalhar exclusivamente com o serviço é trabalhar por menos. Como exemplo, uma corrida da sede do Jornal do Commercio na avenida Tefé (zona Centro-Sul) até o Aeroporto Internacional Eduardo Gomes (zona Oeste), mais ou menos 9 quilômetros, custaria pela Uber R$ 25 em média. Já no Yet Go, sairia por R$ 35", afirma.

Por esta razão, a motorista está receosa de optar pelo novo serviço e segundo ela, colegas esperam que alguém dê o primeiro passo. "Já enviei as autoridades um pedido de licença para exercer atividade remunerada, uma exigência da Uber, e fiz os exames psicotécnicos. Mas, ainda assim, optar por exclusividade no Uber não é certeza. No primeiro momento, usar as duas plataformas é a solução. E muitos outros prestadores de serviço pensam o mesmo", disse a motorista.

Sobre o ganho do motorista que optar pela plataforma, Henrique Weaver garante que a atividade do parceiro Uber é de empreendedorismo. "Quando ele decide trabalhar em parceria conosco, vira o dono do seu próprio negócio, seu próprio chefe. É ele quem decide qual o tipo de carro vai querer usar, o que vai oferecer aos seus passageiros, quais são horários e dias da semana que vai querer trabalhar. E isso influencia totalmente nos ganhos. Temos parceiros que se dedicam a Uber em tempo integral, com oito horas de trabalho, outras, usam o App para complementar a renda de um outro serviço", disse o diretor.

Quanto aos valores dos serviços oferecidos no Amazonas, o diretor ressalta que a empresa estuda com bastante cuidado a precificação de cada cidade em que o aplicativo atua. "Manaus não foi diferente. Levamos em conta uma série de fatores, que vão desde o custo de vida, os gastos dos motoristas parceiros com combustível e manutenção dos veículos, até os fatores econômicos locais. Com esses dados, acreditamos que praticamos um preço justo em Manaus", disse Weaver.

Legalidade
Quanto a questão dos protestos de taxistas no início do ano, que causaram desconforto na CMM (Câmara Municipal de Manaus), Weaver rebate as acusações de que a plataforma não tem regulamentação e afirma que a empresa está legalizada para atuar em qualquer cidade do Brasil. "Esta legalidade é endossada pela Lei Federal e pela Política Nacional de Mobilidade Urbana, que prevê esse tipo de categoria de transporte particular. E de qualquer forma, temos um diálogo aberto com as prefeituras e com as entidades que queiram discutir formas de melhorar a mobilidade urbana e os meios de transportes destas cidades", disse ele.

Como ser um motorista parceiro?
Para se cadastrar como motorista parceiro, é preciso ter carteira de motorista com licença para exercer atividade remunerada e passar por checagem de antecedentes criminais. Os automóveis de Certidão de Registro e Licenciamento do Veículo e bilhete de DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres) do ano corrente. Além do site, para cadastro o motorista pode procurar a Uber em Manaus, no Hotel Blue Tree Premium (avenida Jornalista Umberto Calderaro Filho, 817, Adrianópolis).

Vantagens da avaliação mútua
Ao chamar um veículo Uber, é possível acompanhar o trajeto dele até a chegada no ponto inicial, permitindo que o usuário aguarde a chegada do carro em segurança, tendo acesso a foto, nome do motorista, modelo e placa do carro. Existe um seguro APP que cobre motoristas e usuários em cada viagem, em caso de acidentes. Quando o usuário precisa contatar o motorista ou vice e versa, o número de telefone é anonimizado.

A avaliação mútua garante que a plataforma mantenha-se saudável tanto para motoristas parceiros quanto para usuários. Os motoristas precisam ter média de 4,6 (em uma escala de 1 a 5 estrelas) para continuar na plataforma. O usuário também pode ser desconectado da plataforma se tiver uma média baixa de avaliações ou conduta que viole os termos de uso. Após cada viagem, os usuários recebem um recibo com os detalhes do preço e o mapa do trajeto realizado. Caso o passageiro precise reportar algum incidente, a Uber conta com uma equipe de suporte ao usuário que analisa caso a caso. (Colaborou: Jefter Guerra).

Comentários (2)

  • Thierry17/04/2017

    N ao perca tempo, ja va se cadastrando para nao perder a chance de ser motorista, as vagas sao limitadas.
    Acesse a pagina do uber, use o codigo de indicação 24zz3v98ue para garantir sua vaga e ganhar até 800,00 em dinheiro para começar a dirigir
    https://www.uber.com/a/join?invite_code=24zz3v98ue&int_redirect=p2#_

  • Lilian Raquel Frazao Costa14/04/2017

    Gostaria de saber se pode cadastrar,cartao de terceiros ou tem qwe ser da pssoa mesmo ?

Deixe seu Comentário