Manaus, 22 de Outubro de 2018
Siga o JCAM:

Leões que ajudam o próximo

Por: Evaldo Ferreira - evaldo.am@hotmail.com
09 Out 2018, 16h59

Crédito:Evaldo Ferreira
O primeiro Lions Clube foi fundado nos Estados Unidos há 101 anos, em 10 de outubro de 1917, pelo americano Melvin Jones. Atualmente o Lions possui mais de 46 mil clubes espalhados em mais de 200 países, reunindo quase 1,5 milhão de Leões, os seus integrantes. São a maior organização de clubes de serviços do mundo. Os associados promovem ações necessárias a ajudar suas comunidades locais. Onde quer que trabalhem, conquistam amizades, seja com crianças que precisam de óculos, idosos que não têm o suficiente para comer, homens e mulheres que necessitam de algum tipo de apoio e até pessoas que talvez nunca os conheçam.

Em Manaus, o Lions Clube Manaus Encontro das Águas foi fundado em agosto de 2004. "Ele surgiu após uma reunião de membros de outros Lions mais antigos, porque a idéia é que cada vez sejam criados novos clubes", falou João Etiene, presidente do Encontro das Águas.

"Havia quatro Lions em Manaus, mas infelizmente dois pararam suas atividades. Hoje só existimos nós e o Ajuricaba. A questão é que os associados vão envelhecendo e o clube vai deixando de realizar suas atividades. Como temos que dedicar parte de nosso tempo para que o clube exista, nem todo mundo está disposto a isso. E para se associar precisa ser convidado por alguém do clube", explicou.

"Para um clube ser formado, precisa de ao menos 20 pessoas. Depois é só organizar as atividades: almoços, jantares, feijoadas, brechós, para angariar recursos que serão utilizados nas mais diversas formas de ajuda às pessoas necessitadas de comunidades carentes. O presidente é eleito para um ano de mandato, mas enquanto estiver realizando seu trabalho de forma satisfatória, pode continuar sendo reeleito pelos demais associados", disse.

Ações em datas comemorativas
"Geralmente as ações dos Lions são realizadas em datas comemorativas como Semana Santa, Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia das Crianças, Natal. E são várias: de palestras sobre assuntos importantes para determinada comunidade, a assistência jurídica e médica, distribuição de ranchos, de brinquedos, e o que for possível doar ao próximo necessitado", revelou. "Sempre que um Lions Clube se reúne, os problemas ficam menores. E as comunidades ficam melhores. Isso acontece porque oferecemos ajuda onde é necessário, em nossas comunidades e em todo o mundo", completou.

"No Dia das Mães, por exemplo, levamos brindes para as mães, maquiagens, pequenos agrados. Fazemos visita ao Lar das Marias, alegrando um pouco a vida daquelas mulheres. No Dia dos Pais proferimos palestras nas escolas sobre como evitar a violência familiar, e assuntos pertinentes a quem é pai. No Dia das Crianças e Natal, já sabe. É levar brinquedos, se der, ranchos, e diversão para as crianças. Uma dessas diversões é um parquinho inflável", afirmou.

"Uma instituição ajudada por nós o ano inteiro é a ong O Pequeno Nazareno, que atende crianças a adolescentes em situação de rua. Às vezes é alguém da própria comunidade, que já conhece o nosso trabalho, e nos procura para solicitar determinado tipo de ajuda, e ainda tem a Igreja, uma grande parceira nossa", acrescentou.

Se preparando para o Natal
Desde que o Lions Clube foi fundado em 1917, uma de suas bandeiras é trabalhar em projetos que buscam prevenir a cegueira, restaurar a visão e aprimorar a saúde oftalmológica e o atendimento oftalmológico de milhões de pessoas por todo o mundo.

"Ano passado, em outubro, o mês da saúde, o IOM (Instituto de Oftalmologia de Manaus), do Dr. Cláudio Chaves, que também é um Leão, promoveu um dia inteiro de atendimentos gratuitos para as pessoas previamente cadastradas pelos Lions. Este ano estamos proferindo palestras, em escolas, sobre o câncer de mama, e realizando exames de acuidade visual em crianças da rede pública de ensino de algumas escolas", adiantou.

"Em novembro vamos organizar mais um brechó, para arrecadar dinheiro e comprar os brinquedos para o Natal das crianças de determinada comunidade a ser escolhida. Não paramos o ano inteiro, por isso o Leão precisa ser alguém que goste de ajudar o próximo. No Lions Clube, em todo o mundo, somos uma família. O Leão recebe apoio em qualquer lugar do mundo onde estiver e existir um Lions", garantiu.

"Todas as capitais brasileiras, além de várias cidades, possuem Lions Clubes. No Norte são 33 clubes. No Amazonas temos em Manaus e Itacoatiara. Independente de ser um Leão, as pessoas podem ajudar como quiserem ou puderem. Quem precisar de maiores informações a respeito do Lions Clube Manaus Encontro das Águas, pode entrar em contato comigo: 9 8115-5306", concluiu.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário