Manaus, 14 de Novembro de 2018
Siga o JCAM:

Reestruturação urbana em curso

Por: Redação
25 Out 2018, 16h47

Crédito:Diego Caja
Manaus completa 349 anos e muitos foram os avanços em infraestrutura. Resultado do equilíbrio financeiro da gestão do prefeito Arthur Virgílio Neto que, este ano, garantiu R$ 320 milhões em recursos próprios para serviços de recuperação da malha viária da capital. Em quatro meses de intenso trabalho, o Plano Obras de Verão da Prefeitura de Manaus já alcançou mais de 6 mil ruas em toda a cidade.

"Fizemos o dever de casa para sozinhos, sem ajuda de ninguém, levar melhorias para todas as zonas da capital. Nos organizamos financeiramente e o resultado pode ser visto em diversas ações, sobretudo em infraestrutura, que sempre foi prioridade. É um desafio diário para que consigamos fechar este ano com, pelo menos, 10 mil ruas contempladas", afirma o prefeito Arthur Neto.

E dentro dessa meta, grandes corredores viários, como a Carvalho Leal, Itacolomy, Passarinho, Camapuã, entres outras que também receberam reforço na iluminação a LED, limpeza e paisagismo já foram beneficiadas. Ao todo, dos mais de 100 quilômetros de recapeamento previstos, a Secretaria Municipal de Infraestrutura já executou mais de 45 quilômetros.

Além disso, homens e máquinas do município também estão entrando nos bairros muito fortemente com as ações de tapa-buracos, terraplanagem, drenagem profunda e superficial.

"Nas vias com maior fluxo de veículos e que servem ao transporte coletivo nós estamos entrando com recapeamento, tirando todo o asfalto antigo para aplicar um novo e de maior qualidade. Nossa vontade era fazer esse tipo de trabalho em toda a cidade, mas nossos recursos são limitados, por isso, dentro dos bairros nossas equipes foram reforçadas para executar outros serviços básicos, a fim de manter a trafegabilidade e a qualidade de vida aos moradores", explica o prefeito.

Nos bairros, as obras ocorrem em forma de mutirão, dia e noite, onde as equipes de obras da prefeitura concentram esforços em uma única localidade para atender a todas as vias de determinada comunidade.

"Nosso Plano de Obras vem atendendo as expectativas e, com quatro meses de trabalho, já chegamos a mais de 60 comunidades, inclusive, em áreas com infraestrutura zero, seguindo a determinação do prefeito Arthur Neto", reforça o secretário municipal de Infraestrutura, Kelton Aguiar.

Dignidade

Na comunidade Lago Azul, no quilômetro 2 da AM-010 (estrada que liga Manaus a Itacoatiara), por exemplo, não havia qualquer infraestrutura, as vias tinham a base ainda em solo natural e, agora, já recebem infraestrutura total com implantação de drenagem profunda e pavimentação.

Outra comunidade distante que também já recebeu atendimento é o Parque das Tribos, primeiro bairro indígena de Manaus, localizado na zona Oeste, que será um bairro modelo da cidade. No local, onde habitam 38 etnias, já foi feito arruamento e terraplenagem e as principais vias já receberam postes e iluminação à LED.

Outras frentes

Recentemente, a prefeitura iniciou outras frentes de obra na avenida Camapuã, um dos principais corredores viários da zona Norte, onde cerca de 2,4 quilômetros foram recuperados; e na rua Cristo Rei, no bairro Coroado, que recebeu 1.069 toneladas de CBUQ, aplicados em 1,7 quilômetro de extensão.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário