Manaus, 10 de Dezembro de 2018
Siga o JCAM:

Final de ano in company

Por: Paula Pedrosa
05 Dez 2018, 16h56

Tenho recebido muitos emails sugerindo o tema de festas de fim de ano para a coluna. Fico feliz em ver que as pessoas estão cada vez mais preocupadas com sua maneira de se comportar e agir, e, principalmente, em ser um bom profissional, mesmo nas festas de fim de ano, que são inúmeras.

Confraternizações, amigos-ocultos, festa de natal, virada de ano, ano novo... tudo é motivo para uma boa farra! Acho ótimo que o ambiente de trabalho seja tão bom que dê vontade de estendê-lo para as comemorações dessas datas importantes, mas algumas dicas são fundamentais para que as relações continuem sendo boas e se tornem duradouras:

Família: Esse é um ponto em que as empresas ficam bem pensativas sobre: por um lado querem a família junto uma vez que a família também ajudou em suas conquistas profissionais, mesmo sendo apenas com o suporte sentimental e psíquico; por outro lado, é possível que a presença da família cause algumas situações que podem prejudicar o ambiente de trabalho, como por exemplo cônjuges com ciúmes de colegas de trabalho e criação de desavenças, bem como as pessoas tendenciam a não serem elas mesmas, justamente pelo receio de causar algum mau estar com os colegas da empresa e consequentemente, com a empresa. Verifique se o evento será aberto para a família e caso seja, é importante ter a família junto. Caso não seja, sua família entenderá que é mais um evento de trabalho, o que de fato é.

Comportamento: A educação e a gentileza são fundamentais mesmo em festas. Ao comer algo na frente de outra pessoa, pergunte sempre se a outra pessoa também gostaria, ou se você vai se servir de uma bebida, pergunte se a pessoa gostaria que você a servisse também. Faça isso com todos e não apenas com alguns. Não fale alto, não exponha ninguém, por qualquer motivo que seja. Não flerte com o colega de trabalho, principalmente se o mesmo for casado. Acredite, esse é o maior causador de brigas em eventos corporativos de fim de ano e o maior causador de separações. Brinque, sorria, se divirta, mas com educação. Respeite sempre religião, futebol e opinião política do seu colega. Não estrague a festa com discussões do tipo.

Amigos-ocultos: Essas brincadeiras são sempre bem-vindas no final do ano e ótimas para quebrar o gelo em qualquer confraternização. Ao apresentar seu amigo, fale de seus pontos positivos, nunca de seus pontos negativos. Algumas coisas você não precisa falar, não é necessário se indispor com ninguém e nem ficar com alguma imagem pro restante do ano vindouro. Não esqueça que o importante é a brincadeira, não os presentes em si. Dê algo que a pessoa gostaria de ganhar, dentro do valor acordado entre todos. Caso você não receba exatamente o que pediu, não fique chateado e nem comente com ninguém para não virar fofoca. Lembre-se que o objetivo principal é a brincadeira e não o presente material. Seja moderado também ao pedir seu presente. Lembre que existem pessoas com todo tipo de poder aquisitivo, então se ponha no lugar dos outros e pense como seria chato você ter que comprar algo para alguém, que você não teria dinheiro para comprar nem para você mesmo ou alguém muito próximo seu.

Elegância: A elegância é a chave de tudo. Uma pessoa elegante sabe se portar, sabe se vestir, é educada, não é extravagante, não grita, sabe reverter situações embaraçosas com classe, trata a todos bem e fala com todos. Sim! Elegante é dizer obrigado, por favor, é falar com o porteiro, com o office-boy, perguntar como foi o dia das pessoas que trabalham com a limpeza, é mostrar interesse pelo próximo.

Vestuário: Se vista de forma elegante, bonita, arrumada, as mulheres maquiadas (sim, pode se maquiar com brilho ou alguma coisa que apareça mais que o habitual, por serem festas). A regra para roupas curtas, decotadas e transparentes, continuam valendo. Inclusive, como dica, estudos indicam que chamam mais atenção dos homens as mulheres que mostrar ser elegantes do que as ousadas. Esteja nesse grupo, mostre que você é mais do que um corpo bonito.

Recebendo: Se você é o anfitrião, ou seja, se a festa é na sua casa ou se você a está organizando, seja cordial com todos, deixe claro qual é o horário de início (e de término, se houver), qual é o traje a ser usado, se o convite é extensivo a família ou ao cônjuge, se é necessário alguma contribuição, seja em dinheiro ou não, para que seu convidado possa se preparar. Receba a todos com igualdade, conversando e tendo tempo com todos, independente do nível hierárquico. Ofereça bebidas, drinks e comidas, mas se o convidado não quiser, não fique insistindo para que ele não fique sem graça e acabe por aceitar algo que nem gosta, apenas por pressão.

Objetivo: Não esqueça que o objetivo principal do natal, é o nascimento do filho de Deus, Jesus Cristo, e não os presentes ou o papai-noel. Não esqueça na passagem do ano, que a família é composta das pessoas que sempre estarão com você em qualquer circunstância, então, reserve um tempo com eles, mesmo que você já tenha combinado algo com seus amigos. Não esqueça do verdadeiro motivo de cada comemoração. Vamos fazer a luz brilhar!

Festejar é muito bom. E neste universo, dos novos tempos, quem sabe festejar com elegância e beleza, favorece os bons relacionamentos e isso é investimento. Então, sorria, brinque, se divirta, converse, curta a festa, cante, coma, beba, ganhe e dê presentes, felicite a todos pela data, agradeça a Deus por mais um ano, por sua família, trabalho e abra aquela champagne ou o seu melhor vinho. Seja você mesmo, na sua melhor versão.
Aproveito e sugiro um bom programa para esta semana: Este final de semana iniciará o espetáculo de fim de ano "Um Sonho de Natal", que acontece aqui em Manaus no auditório da Nova Igreja Batista. Inicia nesse sábado dia 08.12 e vai até 25.12 com exceção do dia 24.12.

Boas festas corporativas!
Fiquem com Deus!

Comentários (0)

Deixe seu Comentário