Manaus, 16 de Outubro de 2017
Siga o JCAM:

Vazio tecnológico no setor primário

Muito se fala sobre a falta de investimentos na área de ciência, tecnologia e inovação. Uma área muito importante e que influencia diretamente no desenvolvimento econômico do país. Através destes estudos é possível desenvolver tecnologias que contribuam para o crescimento de diversas áreas, entre elas o setor agropecuário. De acordo com a Embrapa/A...


Crédito dá impulso ao extrativismo

Com objetivo de desenvolver a cadeia produtiva da castanha no Amazonas e expandir para o mercado internacional, à Afeam (Agência de Fomento do Estado do Amazonas) firmou um termo de entendimento que financia entidades da região que exploram a atividade. Segundo a agência, o teto de financiamento é de até R$ 500 mil por contrato, com taxas de juros ...


FAEA alinha proposta para fabricação de queijo artesanal no Amazonas

Em busca de alinhar propostas para solucionar os entraves na produção de queijo artesanal no Estado, em especial dos queijos do tipo coalho, manteiga e mussarela de búfala, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas (FAEA), realizou na última quinta-feira, 7, uma reunião com representantes de órgãos como Sepror, Idam, Adaf e Super...


Prejuízos de R$ 4,4 milhões com cheias

A cheia dos rios no Estado já resulta em perdas agrícolas estimadas em mais de R$ 4,4 milhões. Entre os cultivos mais afetados estão a produção de banana, com prejuízo de R$ 1,9 milhão, e de mandioca, com o ônus de R$ 1,1 milhão. Os números são do Levantamento das Perdas Agrícolas da Cheia de 2017 divulgados pelo Idam (Instituto de Desenvolvimento ...


Ciclo de águas afeta produção

A cheia dos rios afeta a produção rural dos municípios localizados na calha do rio Juruá. Segundo o Idam (Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas), somente as cidades de Ipixuna e Guajará amargam o prejuízo contabilizado em pouco mais de R$2 milhões. A subida das águas atinge também a cidade de Caraua...