Manaus, 13 de Dezembro de 2017
Siga o JCAM:

Menos papel e mais agilidade

O governo federal escolheu Manaus para dar início à implantação do projeto PSP (Porto sem Papel). O sistema, que tem a proposta de aumentar a eficiência no embarque e desembarque de cargas fluviais, desburocratizar o processo de permanência das embarcações e agilizar a análise das informações prestadas por parte das autoridades portuárias e órgãos ...


Logística do PIM ganha capilaridade

Representantes do Estado do Espírito Santos elogiaram ontem (29), em encontro com representantes das indústrias, o modelo do PIM (Polo Industrial de Manaus). E com o intuito de fortalecer a parceria com o Estado do Amazonas, aproveitaram a oportunidade para apresentar o novo entreposto com 32 mil metros quadrados, localizado no município de Cariac...


Cresce pirataria em rios da Amazônia

Os rios da Amazônia têm sido alvo crescente de ataques de grupos de criminosos - os chamados piratas. A estimativa é que a caça ao tesouro cause um prejuízo anual de R$ 100 milhões ao setor de navegação da região. Segundo a Fenavega (Federação Nacional das Empresas de Navegação Aquaviária) e o Sindarma (Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial n...


Efeitos da recessão ainda presentes

O setor de transporte de cargas rodoviário amazonense amargou queda de 35% no movimento de produtos fornecidos ao mercado nacional no período de novembro de 2016 a abril deste ano, em relação a igual período do ano anterior. Segundo a Fetramaz (Federação das Empresas de Logística, Transportes e Agenciamento de Cargas da Amazônia), atualmente aproxi...


Empresários querem prazo maior

O setor de transporte de cargas rodoviário retoma as atividades na entrega de mercadorias, produzidas no Estado de São Paulo, destinadas ao comércio e à indústria amazonense. Mesmo insatisfeitos com as novas normas implementadas pela MP (Medida Provisória) 757/2016, que cria as taxas TCIF (Controle Administrativo de Incentivos Fiscais) e a TS (Taxa...